Operação da PF procura acusados de irregularidades no mercado de agrotóxicos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 8 de maio de 2007 as 17:05, por: cdb

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira, a Operação Campo Verde, no Paraná, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. O objetivo é investigar pessoas envolvidas com a importação, transporte e distribuição ilegal de agrotóxicos.

Segundo o agente Altair Menosso, da Comunicação Social da PF, estão sendo cumpridos 26 mandados de prisão (preventiva e temporária) e 55 mandados de busca e apreensão no Paraná e 21 mandados de prisão (preventiva e temporária) e 52 mandados de busca e apreensão em Goiás. Os mandados foram  expedidos pela Justiça Federal de Foz do Iguaçu e Rio Verde, em Goiânia.

Participam da operação 627 policiais federais – 326 no Paraná e 301 em Goiás. De acordo com Menosso, as investigações tiveram início em novembro de 2005 em Goiânia e em março de 2006 em Foz do Iguaçu.
 
– Os criminosos compravam os produtos na China e traziam para o Brasil pela região da tríplice fronteira. De lá, seguiam para Goiás, de onde eram distribuídos para os estados de Minas Gerais, Bahia, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso -, explicou o agente.

Menosso disse que o agrotóxico era das mais variadas marcas – muitos deles com venda venda proibida no território nacional por agredirem o meio ambiente e a saúde humana. Estão envolvidos nesse tipo de crime, segundo o agente, policiais militares e civis, que recebiam pagamento para facilitar o contrabando.