Operação contra areais clandestinos prende cinco pessoas na Baixada Fluminense

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 25 de agosto de 2011 as 14:25, por: cdb

Da Agência Brasil

Rio de Janeiro – Uma operação para combater a extração ilegal de areia na região de Seropédica, município da Baixada Fluminense, prendeu fechou quatro areais e prendeu cinco pessoas. Fiscais da Coordenadoria de Combate aos Crimes Ambientais (Cicca) visitaram 25 areais.

Os presos foram encaminhados para Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, em São Cristóvão. Os agentes apreenderam máquinas, balsas, caminhões e ferramentas usadas nas escavações. O material recolhido foi levado para o pátio do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), em Seropédica.

Outro problema encontrado pelos fiscais nas áreas de extração foi a falta de sinalização nos poços abertos para retirada da areia, que chegam a medir 15 metros de profundidade. Segundo o coordenador da Cicca, José Maurício Padrone, esses locais colocavam em risco as vidas de crianças que moram perto dos areais. “ Nós temos vários relatos de crianças que caíram aqui. Uma das condicionantes é cercar estas áreas para essas crianças não se afogarem aqui, como já aconteceu”.

Na semana passada, a Polícia Federal prendeu cerca de 40 pessoas em um areal clandestino, no bairro de Santa Cruz, zona oeste do Rio de Janeiro, administrado por milicianos.

 

Edição: Aécio Amado