Opep garante fornecimento mundial de petróleo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 20 de março de 2003 as 17:15, por: cdb

“A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) não permitirá que a guerra no Iraque prejudique o abastecimento mundial de petróleo”. A afirmação foi feita nesta quinta-feira pelo cartel, logo após o início do novo conflito no Golfo Pérsico.

“Isso é para reafirmar que a Opep compensará qualquer perda que possa vir a ocorrer como resultado do ataque dos Estados Unidos ao Iraque”, declarou o porta-voz da Opep, Addulrahman Al-Kheraigi.

Em um comunicado por escrito, o presidente da Opep, Abdullah al-Attiyah, informou ter conversado com integrantes da organização, formada por 11 países, nas horas que se seguiram à primeira onda de ataques no Golfo.

“Como resultado destas consultas, estou reiterando a posição da Opep em cobrir qualquer crise de abastecimento conseqüente dos acontecimentos atuais”, disse.

“Para isso, os países-membros comprometeram-se em usar, interinamente, sua capacidade excedente para garantir o fornecimento contínuo”, concluiu.

Juntos, os membros da Opep produzem 40 por cento do petróleo consumido no mundo e detêm três quartos das reservas de cru.

A Agência Internacional de Energia informou, por sua vez, que está acompanhando a situação no Iraque para decidir se há necessidade de liberar reservas emergenciais.

No primeiro dia da guerra, o preço do barril do petróleo para entrega em maio recuou 40 centavos de dólar em Londres, sendo cotado a US$ 26,35 – o nível mais baixo em três meses.

Na Ásia, os preços caíram ainda mais – US$ 1,83 -, para US$ 28,05 o barril.