ONU não encontra sinais de armas nucleares no Irã

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de setembro de 2004 as 09:58, por: cdb

A análise de amostras de solo retiradas por inspetores da Organização das Nações Unidas (ONU) de Lavizan, local no Irã que as autoridades dos EUA suspeitam haver ligação com um programa de armas atômicas secreto, não mostrou sinais de atividade nuclear, afirmaram diplomatas ocidentais.

Fotos de satélite de Lavizan, tiradas entre agosto de 2003 e maio de 2004, indicaram que o Irã demoliu completamente o local, um ponto onde o governo iraniano afirmou ter existido um laboratório de pesquisa militar.

– As amostras de ambiente de Lavizan mostraram-se negativas até agora – contou um diplomata à Reuters.

Negativo quer dizer que as amostras não contêm indícios de material nuclear. Os EUA acusam o Irã de remover uma quantidade significativa da camada superior do solo na área, substituindo-a com uma nova camada de solo para cobrir atividades nucleares clandestinas.

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) vem inspecionando o programa nuclear do Irã há dois anos. Embora tenha descoberto muitas atividades previamente desconhecidas, a agência não encontrou nenhuma prova concreta para apoiar a tese dos EUA.