ONU marca data para início de inspeção de armas no Iraque

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 16 de novembro de 2002 as 00:29, por: cdb

O chefe dos inspetores das Nações Unidas (ONU), Hans Blix, disse que a busca por armas no Iraque pode ter início já no dia 27 de novembro, uma semana apenas após a sua chegada em Bagdá.

Ao conversar com jornalistas antes de partir para Paris, sua primeira parada no caminho para o Iraque, ele disse que jogos de “gato e rato” da parte de Bagdá não serão tolerados.

Ele disse que queria um regime de inspeção “efetivo” e que isso significaria inspeções intrusivas por causa dos temores de que o Iraque pode esconder armas de destruição em massa em abrigos subterrâneos ou em unidades móveis.

A luz verde para as inspeções aconteceu mais cedo na semana, quando o Iraque disse que iria cumprir com a nova e severa resolução do Conselho de Segurança da ONU sobre o desarmamento do regime de Saddam Hussein.

Declaração

Blix disse que uma declaração do Iraque sobre as armas que o país tem, e que deverá ser divulgada no dia 8 de dezembro, seria de particular relevância.

“A declaração do Iraque é um documento muito importante que, esperamos, seja levado muito a sério”, afirmou Hans Blix.

Blix acrescentou que iria comunicar qualquer obstrução que ele encontrasse da parte do Iraque.

Mas ele enfatizou que seria o Conselho de Segurança da ONU, e não a equipe de inspetores, que decidirá se o Iraque desrespeitou os termos da resolução assim como sobre qualquer ação posterior.

Ramadã

A rigorosa programação para as inspeções, determinada pela resolução, vai fazer com que os inspetores trabalhem durante o sagrado período islâmico do Ramadã.

Blix disse que, apesar de não haver lugar “sagrado” para os inspetores, incluindo mesquitas, sua equipe estava “consciente em relação às sensibilidades religiosas”.

O chefe dos inspetores das Nações Unidas viajou para Paris na sexta de onde segue para o Chipre, antes de chegar em Bagdá, na segunda-feira.