ONU apoia plano de fortalecimento de prédios haitianos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 30 de março de 2011 as 11:05, por: cdb

Objetivo é reduzir riscos de desabamentos em caso de tremores e sismos; terremoto, em 2010, matou mais de 200 mil pessoas no país.

Reconstrução no Haiti

As Nações Unidas estão apoiando um plano no Haiti para construção de prédios, hospitais e escolas resistentes a tremores. Além disso, edifícios já existentes também terão suas estruturas reforçadas para reduzir riscos de desabamento em caso de terremotos.

O sismólogo, Eric Calais, do Programa da ONU para o Desenvolvimento, Pnud, disse que os haitianos precisam tomar decisões importantes sobre o tema.

Mesmo Preço

Segundo ele, “entre comprar material de construção de qualidade ou construir mais um cômodo na casa pelo mesmo preço, os consumidores devem optar pelo material de qualidade.”

O terremoto de janeiro de 2010 matou mais de 200 mil pessoas no Haiti e deixou cerca de 1,3 milhão desabrigadas.

O plano, lançado pelo governo haitiano e pelo Pnud, quer reduzir impactos em áreas propensas a sismos.

Bill Clinton

O projeto está sendo desenvolvido com a ajuda de prefeitos e associações comunitárias no Haiti. Pela iniciativa, arquitetos, engenheiros e pedreiros serão treinados em técnicas de construções resistentes.

A proposta foi recentemente aprovada pela Comissão de Reconstrução Interina do país.

O grupo é formado por membros do governo e da ONU e pelo ex-presidente americano, Bill Clinton, enviado especial ao Haiti, além de outros parceiros internacionais.