Onda de forte calor, baixa umidade e fortes ventos causam incêndios em matas do Rio de Janeiro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 30 de agosto de 2011 as 14:44, por: cdb

Da Agência Brasil

Rio de Janeiro – Bombeiros do quartel de Realengo, com o apoio de helicópteros, controlaram hoje (30) um incêndio que atingiu a vegetação do Parque Estadual da Pedra Branca, na zona oeste do Rio. Segundo informações da corporação, o fogo atingiu cerca de 300 metros quadrados de mata e não há feridos.

Também na zona oeste, os bombeiros controlaram o incêndio que atingia a vegetação no Morro do Rangel, no Recreio dos Bandeirantes. Apesar do incêndio, o Camping Club do Recreio, que fica atrás da mata, não foi atingido. Segundo os bombeiros, pelo fato de o morro ser coberto de vegetação e grande extensão de pedra, o fogo não chegou ao clube.

Segundo o diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), André Ilha, o índice de risco de incêndio, que é calculado pelo órgão diariamente, está no seu ponto mais elevado do ano devido a três fatores, a baixa umidade do ar, o calor e o vento. “Por causa da baixa umidade do ar, da alta temperatura e da presença de ventos, que ajudam a espalhar o fogo, as unidades de conservação, como parques e reservas estaduais, estão de prontidão”.

De acordo com o meteorologista Almerindo Marinho, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o forte calor se deve a uma massa de ar quente que atinge a maior parte do país. Ele disse que, apesar de a temperatura máxima de hoje poder chegar a 38 graus Celsius (°C), a previsão é que chova amanhã (31).

“Estamos com uma frente fria na Região Sul do país, que está se aproximando do Sudeste e deve chegar, na parte da noite, com chuva não muito forte e queda na temperatura. A temperatura deve ficar em torno de 28 °C a 30 °C na cidade”, previu.

Edição: Lana Cristina