OGX identifica outro poço na bacia de Campos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 12 de abril de 2010 as 12:24, por: cdb

A OGX anunciou nesta segunda-feira ter encontrado hidrocarbonetos na seção eocênica do poço 3-OGX-9DB-RJS, localizado no bloco BM-C-41, em águas rasas da parte sul da Bacia de Campos.

– Este é o primeiro poço delimitatório da acumulação de Vesúvio, descoberta pelo poço OGX-1, e também teve como objetivo reservatórios arenosos, também de idade eocênica, mas não atingidos pelo poço anterior –, afirmou a empresa.

Segundo a OGX, a descoberta permitiu uma melhor compreensão dos sistemas de acumulação dos reservatórios eocênicos do sul da bacia de Campos.

– Foi identificado net pay de aproximadamente 60 metros em reservatórios arenosos da seção eocênica. Através da perfuração deste poço, localizado a aproximadamente 2,1 km de distância do OGX-1, foi possível confirmar areias já identificadas no poço OGX-1, assim como novos corpos, sinalizando a existência de novas acumulações.

Anteriormente, no OGX-1, a companhia havia anunciado descoberta estimada entre 500 milhões e 1,5 bilhão de barris recuperáveis de óleo equivalente (boe).

Para Paulo Mendonça, diretor-geral da OGX, o novo poço confirma o “grande potencial desta bacia em diversas idades geológicas, abrindo, portanto, uma expressiva frente de novas possibilidades para estes reservatórios”.

O poço OGX-9DB se situa a 87 km da costa do Estado do Rio de Janeiro, onde a lâmina d’água é de aproximadamente 140 metros.

A sonda Ocean Ambassador, fornecida pela Diamond Offshore, iniciou as atividades de perfuração no dia 16 de fevereiro de 2010.