Obras da BRT interditam novos trechos da Avenida Brasil

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 8 de abril de 2015 as 12:56, por: cdb
 Com a nova interdição, o trecho total em obra passará de 1.650 metros para 3.750 metros
Com a nova interdição, o trecho total em obra passará de 1.650 metros para 3.750 metros

 

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes, da CET-Rio e da Secretaria Municipal de Obras, informa que a partir do próximo sábado, às 5h, haverá interdição de 1,6 km da pista central da Avenida Brasil, sentido Zona Oeste, para execução do pavimento de concreto que possibilitará a implantação do sistema de BRT TransBrasil, entre Caju e Bonsucesso. Com a nova interdição, o trecho total em obra passará de 1.650 metros para 3.750 metros e ocupará desde as proximidades da Avenida Paris, em Bonsucesso, até a passarela 3 da Avenida Brasil, na altura do Cemitério do Caju.

As interdições seguirão padrão anterior: serão ocupadas duas faixas de circulação na pista central sentido Zona Oeste, e meia faixa no sentido Centro. As faixas exclusivas para ônibus continuarão em funcionamento na Avenida Brasil, contornando a área do canteiro da obra. Assim, apesar das interferências, continuará sendo priorizado o transporte público.

No mesmo período também haverá interrupção do tráfego de veículos próximo ao acesso à Ilha do Governador, para obras de drenagem. Serão interditados 500 metros no sentido Centro para reforço do solo, e 300 metros da faixa lateral, logo após a Avenida Brigadeiro Trompowski, sentido Zona Oeste.

Em função da ocupação de parte das pistas, será necessário fazer ajustes operacionais nas faixas exclusivas para ônibus, que funcionarão de dois modos distintos, sempre priorizando o sentido de tráfego com maior volume. Em função das interferências causadas pelas obras, a capacidade de escoamento estará reduzida em alguns pontos da Avenida Brasil. E especialmente o sentido Zona Oeste deve ser afetado. Apesar de seguir o mesmo padrão anterior, o aumento da área interditada implicará em impactos de maiores proporções no trânsito em caso de incidentes na via. Além disso, a sobrecarga no trânsito pode acontecer não só na Avenida Brasil como também em rotas alternativas de circulação.

Haverá reforço na operação especial de trânsito que passará a contar com 65 operadores de tráfego por turno, 45 painéis de mensagens variáveis (PMVs), 52 câmeras de monitoramento e 14 reboques na Avenida Brasil, na Linha vermelha e nas rotas alternativas para desobstrução das vias em caso de enguiço ou acidentes. A Guarda Municipal também reforçará a fiscalização das faixas exclusivas na Avenida Brasil com apoio do Detro e da Polícia Militar.