O Palmeiras faz a festa no centenário do Fluminense

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 22 de julho de 2002 as 12:42, por: cdb

No dia em que o Fluminense comemorou o seu centenário, quem comemorou foi o Palmeiras, que venceu o tricolor por 1×0, classificando-se para às semifinais da Copa dos Campeões. O próximo adversário do clube paulista será o Paysandu, dia 28/07.

O volante Fabinho comemorava, além do aniversário de 100 anos do clube, a sua 100º partida com a camisa do Fluminense. Já o Palmeiras comemorava a volta do goleiro Marcos, após a conquista do pentacampeonato mundial, e a sua partida de número 200 defendendo o alviverde.

A equipe do treinador Vanderlei Luxemburgo dominou o jogo desde o início, envolvendo o adversário com uma forte marcação e com um bom poder ofensivo, tanto que o primeiro chute a gol do Fluminense foi aos 31 minutos, quando já estava em desvantagem no marcador por 1×0.

O gol do Palmeiras saiu aos 14 minutos, em cobrança de falta do paraguaio Arce. O ex-lateral cobrou mal, mas o goleiro Murilo não conseguiu defender, graças ao zagueiro César, que ficou na linha do gol e não conseguiu tirar a bola de cabeça.

O Verdão continuou pressionando o clube carioca e aos 24 minutos, Muños quase ampliou a vantagem no placar com um chute de fora da área, exigindo boa defesa de Murilo. O tricolor respondeu com Marquinhos, aos 31 minutos, que mandou um “pombo sem asa” no canto direito, obrigando Marcos a se esticar todo e fazer uma bela defesa.

Aos 48 minutos, Roni perdeu a melhor chance do Fluminense no jogo. O atacante sofreu pênalti e cobrou mal no canto esquerdo do goleiro Marcos, que defendeu.

Precisando empatar a partida para levar a decisão para os pênaltis, o técnico Robertinho trocou o volante Sidney pelo atacante Agnaldo. A substituição fez efeito e a equipe carioca ficou mais ofensiva, equilibrando o jogo. Mas o ataque do Fluminense cometeu muitos erros nas finalizações e o tricolor foi eliminado da competição.

PALMEIRAS 1 x 0 FLUMINENSE
Palmeiras
Marcos; Leonardo (Magrão), Alexandre, César e Diego; Paulo Assunção, Fabiano Eller, Arce e Lopes (Juninho); Muñoz e Itamar
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Fluminense
Murilo; Flávio, César, Régis e Marquinhos; Fabinho, Marcão, Sidney (Agnaldo) e Fernando Diniz; Magno Alves e Roni (Marco Brito)
Técnico: Robertinho

Data: 21/7/2002 (domingo)
Local: estádio Albertão, em Teresina
Juiz: Luciano Almeida (DF)
Cartões amarelos: César (Palmeiras) e Régis (Fluminense)
Gol: Arce, aos 14min do primeiro tempo