O Observat�rio da Viol�ncia e Criminalidade subsidia, monitora e refor�a a execu��o dos objetivos propostos no Plano Municipal de Seguran�a Publicada em 04/04/2012 �s 14:04

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 4 de abril de 2012 as 11:56, por: cdb

Foto: Agnaldo Silva
Portal contribui com o planejamento das pol?ticas de seguran?a

Camaçari ganha reforço na área da segurança pública, com o lançamento do portal do Observatório da Violência e Criminalidade. A cerimônia, que marca o início oficial das atividades do Observatório, aconteceu nesta quarta-feira (04/04), no auditório 4 da Cidade do Saber.

O portal do Observatório da Violência e Criminalidade, criado graças a parceria entre a Prefeitura e o Ministério de Justiça, através do Pronasci (Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania), tem o objetivo de captar dados referentes aos índices de violência e criminalidade no Município para que sejam analisados minuciosamente, por meio de informações sobre perfil dos envolvidos, localidade, tipo de ocorrência e até mesmo horário em que acontecem. A partir daí, serão desenvolvidas ações de combate e prevenção.

O portal, acessado pelo endereço eletrônico www.camacari.cidadedepaz.com.br, contará com banco de dados atualizados mensalmente, onde serão coletadas e armazenadas informações com bases nas ocorrências policiais, violência nas escolas e números de mortes decorrentes de atos violentos.

O secretário de Relações Institucionais, Ademar Delgado, que na oportunidade representou o prefeito Luiz Caetano, elogiou a iniciativa e convocou a comunidade para contribuir com o projeto. “Com a participação de todos os segmentos sociais, tenho certeza de que este projeto será um sucesso”, refletiu.

De acordo com a secretária do Desenvolvimento Social de Camaçari, Jailce Andrade, a ferramenta é avaliada como de extrema importância. “Com o portal, a equipe técnica do Observatório terá condições de trabalhar por meio de dados estatísticos, para que sejam desenvolvidas políticas públicas nos locais onde há maior incidência de violência”, revelou.

Idealizador da metodologia utilizada, o coordenador do Observatório e professor da Fundação Escola de Sociologia de São Paulo, Luiz Melhado, parabenizou a iniciativa da Prefeitura na implantação da ação. “A violência assola todo o país e Camaçari saiu na frente para tentar resolver o problema, que não é de responsabilidade apenas das polícias, mas de toda a sociedade. Para que o Município adote medidas eficazes, é necessário um bom diagnóstico para criação de iniciativas que atuarão diretamente no problema”, explicou.

A coordenadora do Pronasci em Camaçari, Ana Gomes, acredita que o Observatório, através da utilização do portal, incrementará ainda mais os projetos da cultura de paz disseminados no Município, a exemplo do Protejo (Programa de Atenção a Jovens em Território Vulnerável) e Mulheres da Paz.

Durante o evento, o comandante-geral da Polícia Militar, Alfredo Castro, afirmou que o portal é uma ferramenta bastante agregadora. “O equipamento favorece a população, as polícias e órgãos executivos no sentido de alavancar a segurança pública do Estado”, frisou.

Também compareceram ao encontro os vereadores municipais Maria do Carmo (PTB), Jair Costa (PRB), Oto Maia (PSD) e Alfredo Andrade (PSB), além do delegado titular da 18ª Delegacia de Camaçari, João Rodrigo Uzzum, o comandante do 12º Batalhão da Polícia Militar de Camaçari, tenente-coronel Demósthenes Pereira  e o comandante da 59ª Companhia Independente da Polícia Militar, o também tenente-coronel, Fernando Leal.

Ainda estiveram presentes o representante da Secretaria Nacional de Segurança Pública, Rafael Martins, o presidente do Conselho Municipal de Segurança, Paulo Mandim, representantes das secretarias de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza e de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos da Bahia, além de líderes religiosos e políticos.