O Gato na ilha de edição

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 5 de abril de 2012 as 15:12, por: cdb

foto/divulgação:

Equipe do curta O Gato

Gravado no final de semana de 31 de março e 1 de abril, o curta O Gato está agora na ilha de edição. O filme é resultado da 1ª Oficina Audiovisual – Do Desenvolvimento à Produção, ministrada e produzida pelos profissionais da Novelo Filmes e patrocinada pelo Funcine.

O roteiro de O Gato foi um dos cinco projetos selecionados de nove inscritos. As equipes das cincos propostas escolhidas tiveram dez encontros com a equipe da novelo na Fundação Cultural Badesc para desenvolvimento da proposta de filme.

Ao fim dos encontros, o projeto de O Gato foi escolhido na modalidade de pitching para ser rodado. A equipe do curta é formada por Christiano Scheiner como roteirista, Neca Gamarra como produtora e Juliana Bassetti na direção.

O filme narra a história de um chefe de escritório, que encontra um gato morto em sua mesa de trabalho. A partir daí, ele e sua secretária passam a ter comportamentos atípicos envolvendo um terceiro personagem, que ao final é assassinado.

A equipe da realização do curta foi composta pelos alunos da oficina e por parceiros profissionais, que contribuíram para o aprendizado durante o set. Equipamentos de iluminação e de maquinaria foram fornecidos gratuitamente pela empresa apoiadora Cinesupport.

Pacotes de câmeras e lentes vieram da Novelo Filmes e também do Primeiro Assistente de Câmera, Leandro Elsner. O técnico de som, Gustavo de Souza, também forneceu equipamentos para a realização do curta, assim como o Funcine e a Cinemateca Catarinense, na parte de áudio.

Houve apoio também do hostel Tucano House Backpacker, fornecendo um café da manhã. A Loja Varal contribuiu com parte do figurino, assim como a Loja do Guarda Pó. E ainda houve colaboração da Banca Catedral, onde foi gravada uma cena.

No elenco, trabalharam os atores Gilca Rigotti, como Clara; André Francisco, como Paulo; Afonso Nilson de Souza, como Léo e o mais heróico de todos, Odorico, como “o gato”, que superou bravamente todas as adversidades contra sua performance.

Agora, O Gato está na ilha de edição da Novelo Filmes, sob os cuidados da montadora Cíntia Domit Bittar e da diretora Juliana Bassetti (com pitacos de Carol Gesser). Em seguida, vai para a finalização de imagem e correção de cor com o Lucas de Barros e a edição de som e mixagem com a Onda Sonora, empresa apoiadora da oficina.