O Drama de Popó

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 8 de maio de 2003 as 03:40, por: cdb

Próximo de defender os títulos da Associação Mundial de Boxe (AMB) e da Organização Mundial de Boxe, Acelino ”Popó” Freitas vive um novo drama particular. Depois da morte do pai, há pouco mais de quatro meses, o brasileiro revelou que se separou da mulher, Eliana Guimarães, que também era sua empresária.

Eles estavam casados desde maio de 2001. A briga do casal aconteceu a um mês, quando Popó saiu de casa e passou uma temporada na casa de amigos em Goiás, mas agora já está de volta a Salvador. Já Eliana deixou o Brasil desde aquela época e ainda não teria retornado.

Popó, depois do casamento, fez uma tatuagem com a imagem de Eliana, como prova de seu amor por ela. A empresária passou, então, a gerenciar a carreira do principal pugilista brasileiro. Atribui-se a ela, inclusive, o rompimento de Popó com seu antigo treinador e empresário, Luiz Doréa, em 2000.

Popó, que no último dia 15 de março derrotou por nocaute o mexicano Juan Carlos Ramirez, embarca para os Estados Unidos no início de julho. Até lá, treinará em Salvador sob a orientação do técnico Ulisses Pereira. O técnico porto-riquenho Oscar Suarez acompanhará a preparação do pugilista.

O adversário do brasileiro, La Hiena, já lutou 41 vezes, tendo obtido 39 vitórias (29 por nocaute), um empate e uma derrota. Já Popó, em 33 combates, contabiliza 33 vitórias, sendo 30 por nocaute e três por pontos.