O ataque dos cupins assassinos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 29 de julho de 2002 as 11:03, por: cdb

Autoridades do Karakalpakistão, uma remota região do Uzbequistão, informaram que cerca de 3000 casas foram invadidas por cupins.
As casas foram parcialmente destruídas. Mas, muitas delas, ficaram totalmente danificadas, já que os cupins roem toda a madeira que encontram pela frente.
De acordo com o porta-voz dos serviços de emergência, Israil Tashbayev, uma área de 800 quilômetros quadrados foi afetada com a onda de cupins. O porta-voz disse ainda que todas as tentativas de matar os cupins, usando diferentes tipos de venenos, falharam.
O correspondente da BBC na região disse que biólogos acreditam que as mudanças no meio ambiente são responsáveis pelo aumento do número cupins no Karakalpakistão. Para os biólogos, a diminuição do volume de água no Mar Aral e a construção de um canal, por exemplo, podem estar influindo na proliferação dos insetos.
Cerca de 500 mil pessoas vivem na região que está sendo atingida pela onda de cupins. Esta é a terceira área mais populosa do país.
As autoridades uzbeques prometeram liberar uma grande ajuda financeira para as pessoas atingidas pelo ataque dos cupins.