Número reféns mortos chega a 37 em ataque na Argélia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 21 de janeiro de 2013 as 11:25, por: cdb

O primeiro-ministro da Argélia, Abdelmalek Sellal, informou nesta segunda-feira que 37 reféns, de oito nacionalidades diferentes, foram mortos durante um ataque no campo de gás de In Amenas.

Todos faziam parte do grupo liderado por Moctar Belmoctar, que reivindicou a responsabilidade o ataque em nome da Al-Qaeda, em um vídeo de 17 de janeiro e divulgado ontem, informou Sellal.

Segundo o premier, o grupo terrorista era formado por argelinos, egípcios, tunisianos, malinenses, mauritanios e alguns homens canadenses.

Entre os terroristas, 29 foram mortos pelo Exército da Argélia e três foram presos durante os confrontos, completou o mandatário.