Número de vítimas de balas perdidas no Rio de Janeiro caiu 24,4% no primeiro trimestre

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 20 de junho de 2011 as 15:01, por: cdb

Da Agência Brasil

Rio de Janeiro – Trinta e quatro pessoas foram atingidas por balas perdidas nos três primeiros meses deste ano no estado do Rio de Janeiro, uma delas morreu. Na comparação com o mesmo período do ano passado, quando 45 pessoas foram baleadas no estado, houve uma redução de 24,4%, conforme os dados do Relatório Temático Bala Perdida, divulgado hoje (20), pelo Instituto de Segurança Pública.

De acordo com o relatório, a capital fluminense foi a área com maior incidência de vítimas. Foram 21 feridos e um morto. Os dados deste ano mostram que a metade das pessoas foi atingida em quatro das 41 áreas consideradas mais violentas que englobam bairros das zonas oeste e norte da cidade, como Bangu, Realengo, Padre Miguel, Penha e Vigário Geral.

O relatório trata como bala perdida, o disparo quando a vítima não tem nenhuma participação e influência sobre o fato que o provocou sendo apenas atingida pelo projétil. O número de vítimas é oriundo de informações disponíveis nos Registros de Ocorrência Policial preenchidos nas delegacias.
 

 

Edição: Rivadavia Severo