Número de flagelados é maior em Uruguaiana

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 24 de dezembro de 2003 as 04:02, por: cdb

O secretário de infraestrutura de Uruguaiana, Osmar Saldanha, visitou o município nesta terça-feira acompanhado por representantes da Defesa Civil do estado.

A visita serviria para homologar o decreto de situação de emergência, assinado pelo prefeito Caio Riela (PTB) na última segunda-feira mas Saldanha constatou que houve aumento no número de flagelados nas últimas horas no município.

Segundo os dados mais recentes, 431 pessoas estão desabrigadas em Uruguaiana, sendo que 119 delas são crianças. Pelo menos 88 casas estão alagadas.

A prefeitura está fornecendo recebendo barracas e alimentos, mas muitos preferem permanecer nas imediações de suas casas, com medo da ação de ladrões. No final da manhã, a Delegacia da Receita Federal de Uruguaiana doou cem toneladas de arroz resultados de apreensões a nove municípios atingidos pelo temporal.

O município decretou situação de emergência em função da chuva. O Rio Uruguai já está nove metros e meio acima do nível normal e continua subindo. Outras cidades da Fronteira Oeste do Estado que também são banhadas pelo Rio Uruguai estão enfrentando problemas com as cheias.

Cerca de 80 famílias estão desabrigadas em Itaqui, onde a ligação por balsa com a cidade argentina de Alvear está suspensa. Em São Borja, a Defesa Civil registra apenas duas famílias atingidas pelas cheias, mas cerca de 20 casas estão sob as águas.