Número de eleitores de 16 e 17 anos caiu quase 26% desde 2006

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 2 de maio de 2010 as 15:18, por: cdb

Desde a última eleição para presidente da República, em 2006, o número de eleitores com 16 e 17 anos de idade caiu 25,65%, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Para o cientista político Valdir Pucci, o Brasil vive uma espécie de acomodação democrática que provoca esse desinteresse dos jovens pela vida política.

– O país vive essa normalidade democrática. Nós vamos ter uma eleição este ano mais burocrática, o que não empolga o jovem. Essa realidade é parecida com a dos lugares onde o voto é facultativo, a eleição não mobiliza a sociedade –, afirma o cientista político.

Além disso, segundo Pucci, o sentimento de descrédito em relação aos candidatos e à situação política do país também causa o desinteresse.

– O cidadão brasileiro como um todo tem um descrédito em relação à política, de que não adianta votar porque tudo vai continuar como sempre esteve. E com os jovens não é diferente –, avalia.

Na opinião dele, o que pode causar uma mudança neste cenário daqui a quatro anos é a entrada de novos nomes na briga política ou alguma alteração forte nos rumos do país.

– Se não tivermos nenhuma mudança grave no ritmo do país nem surgir um novo nome, a tendência é ficar assim –, destacou o cientista político.