Novos trens chineses entram em operação na Supervia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 12 de maio de 2015 as 14:00, por: cdb
Ao todo, 66 das 100 composições compradas pelo Estado estão funcionando
Ao todo, 66 das 100 composições compradas pelo Estado estão funcionando

Mais três novos trens chineses, adquiridos pelo Governo do Estado, entraram em operação na Supervia. As composições irão circular, durante uma semana, em operação assistida até serem inseridas à grade regular do sistema ferroviário Fluminense. Desde 2012, a concessionária colocou em operação 66 dos 100 trens comprados pelo Estado e hoje já é possível ofertar cerca de 85% dos lugares com ar-condicionado.

As composições, que podem transportar até 1,2 mil passageiros, contam com passagem interna entre os carros, sistema que não permite a abertura de portas durante as viagens, circuito interno de câmera, bagageiro e painéis de LED.

A previsão é de que os outros 34 novos trens comecem a operar no sistema até o primeiro semestre de 2016, completando os 100 veículos adquiridos pelo governo estadual. O processo de renovação da frota ferroviária segue em ritmo acelerado e já permitiu aposentar 59 composições dos modelos mais antigos.

Modernização da frota

Os trens fazem parte da revitalização do sistema ferroviário do Rio, iniciada em 2012, quando começaram a entrar em circulação as primeiras 30 composições fabricadas na China. Em 2012, o Estado adquiriu mais 60 trens chineses e, no fim de 2013, foi realizada a compra de mais dez veículos, totalizando 100 composições adquiridas pelo Estado desde 2009.

Além disso, está em andamento a licitação internacional para a compra de mais 12 trens. A concorrência pública está em andamento e segue as normas do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), utilizando o menor preço como critério de julgamento.

Ainda dentro do plano de modernização da frota do sistema ferroviário, a SuperVia adquiriu dez trens. Todos já estão em operação. Os veículos também contam com ar-condicionado, sistema de travamento de portas durante as viagens e capacidade para transportar até 2,4 mil passageiros. Até o fim do primeiro semestre de 2016, toda a frota de trens contará com ar-condicionado.

Em 2007, a SuperVia transportava, em média, 325 mil passageiros por dia. Atualmente, mais de 650 mil pessoas usam os trens diariamente.