Novos filtros fotográficos do Twitter acirra competição com Instagram

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 11 de dezembro de 2012 as 11:17, por: cdb

O Twitter apresentou na segunda-feira filtros coloridos que os usuários do microblog poderão aplicar às fotos que postam, uma decisão que acentua sua rivalidade incipiente com o Facebook.

Twitter
Twitter segue os passos do Instagram e incorpora filtros

Os filtros do Twitter imitam o recurso que é um dos traços mais populares do Instagram, um serviço de compartilhamento de fotos adquirido este ano pelo Facebook por US$ 715 milhões.

Ainda que os novos filtros representem um anúncio modesto de produto que afeta apenas uma pequena proporção das atividades dos usuários do Twitter, a decisão tem peso simbólico na batalha cada vez mais intensa entre o Facebook e o Twitter pelo domínio do setor de mídia social.

O lançamento surgiu alguns dias depois que o Instagram anunciou inesperadamente que não permitiria mais a exibição de fotos que hospeda em mensagens do Twitter. O motivo, disse Kevin Systrom, presidente-executivo do Instagram, é atrair mais visitantes diretos ao site da companhia.

Ainda que Systrom tenha declarado à agência inglesa de notícias Reuters na semana passada que não tinha planos específicos de revelar como planeja monetizar seu serviço, analistas dizem que o Instagram ofereceria um rico meio de receita publicitária para o Facebook assim que a maior rede social do mundo decidir explorá-lo.

O Twitter informou que seus novos recursos são acionados pela Aviary, uma companhia de Nova York que desenvolve software de edição de imagens para plataformas de compartilhamento de fotos como o Flickr, entre outras.

Desde que as redes sociais começaram a apoiar a integração de fotos, nos últimos anos, esses recursos se provaram imensamente populares junto aos usuários, enquanto o compartilhamento de vídeos, por exemplo, ainda não repercutiu com a mesma intensidade.

Bijan Sabet, um dos primeiros investidores no Twitter, disse que a qualidade emocional das fotos foi exibida na noite da eleição presidencial norte-americana, em novembro, quando uma imagem do presidente Barack Obama abraçando a mulher, Michelle, no instante em que anunciou sua vitória, se tornou o tuíte mais reproduzido de todos os tempos.