Novos conselheiros do Idoso e da Pessoa com Deficiência tomam posse

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 13 de março de 2012 as 16:11, por: cdb

O prefeito de São Bernardo do Campo empossou, na tarde desta terça-feira (13), os conselheiros municipais do Idoso e da Pessoa com Deficiência, eleitos em 28 de fevereiro para o biênio 2012/2014. A cerimônia com os novos representantes foi realizada no Centro de Referência do Idoso (CRI), no Centro.

O Conselho Municipal para Assuntos da Pessoa com Deficiência (CMAPPD) será composto por 12 representantes indicados pelo governo e 12 pela sociedade civil, sendo, em cada caso, seis titulares e seis suplentes.

Para o Conselho Municipal do Idoso (CMI), foram eleitos 14 conselheiros, dos quais sete são titulares e sete suplentes, tanto do governo quanto da sociedade civil.

“Temos que lutar e eliminar os maus-tratos contra crianças, jovens, mulheres, idosos ou qualquer outro segmento da sociedade. E uma das funções dos nossos conselheiros é exatamente acompanhar e ajudar na elaboração de políticas que ponham fim à violência”, afirmou o chefe do Executivo.

Os novos conselheiros terão a função de fiscalizar, formular e controlar a execução de políticas públicas voltadas especificamente para cada um destes setores. As reuniões dos dois conselhos serão realizadas, mensalmente, na Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedesc) e são abertas à população.

O metalúrgico aposentado e conselheiro reeleito pelo CMI João Batista da Silva, 44 anos, morador do Jardim Marcopolo, disse que continuará atuando para melhorar a situação dos idosos da cidade. “Precisamos aperfeiçoar o transporte e a saúde pública e elevar o valor das aposentadorias”, comentou.

Cerca de 200 pessoas, entre autoridades e munícipes, acompanharam a posse dos novos conselheiros. Durante a cerimônia, houve a apresentação musical dos integrantes da banda da Associação dos Metalúrgicos Aposentados do Abc (Ama).

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, São Bernardo tem 70.926 pessoas com deficiência e 77.921 idosos.