Novo líder afegão promete combater terrorismo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 19 de dezembro de 2001 as 01:17, por: cdb

O líder do governo de transição do Afeganistão, Hamid Karzai, afirmou nesta quarta-feira que vai levar o combate ao terrorismo “até o final”. Karzai afirmou que, se puder, vai prender e colocar em julgamento o dissidente saudita Osama Bin Laden, líder da organização extremista Al-Qaeda. O governante interino fez as declarações na capital italiana, Roma, onde se reuniu com o ex-rei afegão Mohammed Zahir Shah.

Shah é tido no Afeganistão como uma figura capaz de unir diferentes facções do país. O ex-rei deverá ser o presidente do conselho que decidirá o futuro do Afeganistão. Karzai, que é parente distante do ex-rei, disse que Shah lhe deu “conselhos de pai” durante o encontro e o ex-rei deu sua cópia pessoal do Alcorão, livro sagrado do islamismo, de presente para Karzai.

Durante sua visita a Roma, Karzai também se reuniu com o primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi. O premiê disse que a Itália fornecerá “milhões de dólares” ao Afeganistão, além de assistência para o país montar uma estação de televisão.

No próximo fim-de-semana, de volta à capital afegã, Cabul, Karzai deverá assumir interinamente a administração do país, onde espera-se que ele prepare o Afeganistão para eleições populares.