Novo guarda-sol para o verão recebe apoio da Faperj

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 2 de janeiro de 2013 as 14:15, por: cdb
Atualizado em 14/11/16 21:55
Equipamento é composto de tecido funcional que aumenta a área de sombreamento
Equipamento é composto de tecido funcional que aumenta a área de sombreamento

Um novo guarda-sol está pronto para estrear no verão  cariocas. Trata-se do Sombrero, desenvolvido no âmbito do edital de Apoio ao Desenvolvimento do Design em empresas sediadas no Estado do Rio, com recursos da Faperj (Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado do Rio), vinculada à Secretaria de Ciência e Tecnologia.

 

O processo técnico e criativo está sendo desenvolvido por profissionais de design das empresas Fibra Design Sustentável e Núcleo de Design Gráfico – Senai-RJ. O valor investido pelo edital da Faperj foi de R$ 77 mil.

 

Acessório tem maior durabilidade

 

O Sombrero é composto de uma estrutura de fixação e de um tecido funcional criado para aumentar a área de sombreamento. O produto também inclui uma rede na parte interna do guarda-sol para que o usuário possa guardar objetos, tais como carteira, celular, óculos e protetor solar.
A nova versão do guarda-sol foi pensada para resolver problemas em relação aos aspectos funcionais, ergonômicos e visuais do produto já existente no mercado. A ideia é atender às necessidades do consumidor, melhorando o conforto, a segurança e a satisfação dos usuários, além de garantir mais durabilidade ao material.
– Víamos as pessoas na praia entortando a haste do guarda-sol para conseguir mais sombra. Fomos conversar com barraqueiros e verificamos que isto acaba empenando as hastes, trazendo muito prejuízo aos comerciantes.
Há casos em que o guarda-sol dura apenas de seis meses a um ano. O nosso produto quer mudar esta realidade – explicou o designer da empresa Fibra Design Sustentável, Gustavo Cleinman.