Nova Pesquisa do Ibope mostra Serra em queda e Lula primeiro lugar

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 9 de agosto de 2002 as 08:59, por: cdb

O candidato do PSDB à Presidência, José Serra, caiu 3 pontos e tem 11% das intenções de votos, segundo a última pesquisa Ibope, divulgada nesta quinta-feira à noite. Ele empatou com Anthony Garotinho (PSB), que se manteve com os 11% da pesquisa anterior, feita entre 21 e 23 de julho. Luiz Inácio Lula da Silva (PT), oscilou negativamente 1 ponto, mas continua na liderança com 33%. Ciro Gomes (PPS) foi o único a ganhar pontos: passou de 25% a 27%, uma diferença que está dentro da margem de erro, de 2,2 pontos porcentuais. Os votos brancos e nulos somam 5% e 12% dos entrevistados não sabem em quem vão votar ou não responderam.

Nas simulações de segundo turno, Ciro é o único que vence Lula. O candidato do PPS teria 46% e o petista, 41%. Se a disputa fosse com Serra, Lula ganharia por 49% a 36%. Contra Garotinho, Lula teria 50% a 32%. Para a especialista em pesquisas eleitorais Fátima Pacheco Jordão, esta semana reproduz a “agonia em que a campanha foi mergulhada com a troca de acusações” iniciada no debate de domingo. Na sua opinião, o eleitor pode apresentar um repúdio ao bate-boca, já que prefere ver propostas. “Ele vê isso como uma briga entre os candidatos, quando gostaria que o diálogo fosse com ele, não com os concorrentes”, diz ela, concluindo que o mais prejudicado nesse cenário foi Serra.

A pesquisa, encomendada pela TV Globo, foi feita entre o dia 5 e ontem, e ouviu 2 mil pessoas em 145 municípios. Garotinho disse que esse “é um bom resultado”. “Está dentro da nossa estratégia de campanha”, afirmou ele. O deputado José Aníbal, presidente do PSDB, disse que a pesquisa “ainda projeta os últimos horários eleitorais”. “A tendência é que se perceba que Serra é o único que tem coerência entre o que fala e o que faz”. Para Ozéas Duarte, coordenador de comunicação do PT, “os resultados para valer começam com o horário eleitoral, quando os candidatos podem apresentar as propostas de modo organizado”. Já o deputado Emerson Kapaz (PPS), comemorou a pesquisa. “O resultado já estava nas nossas expectativas da continuidade de crescimento do Ciro.”