Notas do Enem já estão disponíveis na página do MEC

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 28 de dezembro de 2012 as 12:42, por: cdb
O MEC determinou que os alunos do Colégio Christus, de Fortaleza, tenham suas notas do Enem anuladas
O MEC determinou que os alunos do Colégio Christus, de Fortaleza, tenham suas notas do Enem anuladas

O acesso às notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2012), liberado pelo Ministério da Educação (MEC) nesta sexta-feira, recebeu um número recorde de acessos. Mais de 4 milhões de estudantes participaram das provas objetivas de Linguagens e Códigos, Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza. Também redigiram uma redação. Para consultar as notas do Enem, basta clicar aqui.

No final da tarde desta quinta-feira, alguns candidatos conseguiram acessar suas notas, durante teste do sistema do MEC na internet. O acesso ficou liberado por cerca de 30 minutos para quem já estava logado no sistema. Como se tratou de uma verificação normal, antes de inserir os dados, definitivamente, no sistema, o ministério descartou qualquer possibilidade de vazamento da pontuação. Tratou-se, segundo nota do ministério, de um “procedimento técnico comum”, que serviu apenas para verificar se tudo estava funcionando corretamente.

De acordo com a pontuação obtida no Enem, os candidatos poderão concorrer a vagas em instituições públicas de ensino superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que disponibiliza 129.279 cadeiras no primeiro semestre de 2013. As inscrições para o Sisu começam em 7 de janeiro. Para se candidatar às vagas o aluno deve ter feito o Enem de 2012 e não ter tirado zero na prova de redação. Os estudantes podem consultar as vagas oferecidas por 101 instituições públicas de ensino superior que utilizam o Sisu.

Ao acessar o sistema, os candidatos conseguem pesquisar as cadeiras disponíveis por cidade, curso e instituição. Para Medicina, por exemplo, são oferecidas 1.830 vagas. O estudante pode fazer até duas opções de curso no Sisu. O site do MEC divulga, diariamente, a nota de corte preliminar de cada carreira com base na nota dos alunos que pleiteiam as vagas. Os estudantes também deverão especificar uma entre as três modalidade de concorrência existentes. Poderão disputar, ainda, as vagas destinadas à ampla concorrência, as cadeiras reservadas para cotistas ou aquelas separadas para as demais ações afirmativas adotadas pelas instituições.