No Domingo de Ramos, Papa pede em favor dos jovens iraquianos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 13 de abril de 2003 as 13:29, por: cdb

O papa João Paulo II pediu neste Domingo de Ramos que as pessoas manifestem solidariedade aos jovens iraquianos e outras vítimas de conflitos.

“Como alguém pode não expressar solidariedade fraterna a seus contemporâneos que estão sofrendo com a guerra e a violência no Iraque, na Terra Santa e em outras regiões do mundo”, disse o pontífice, de 82 anos, durante uma missa que também marcou o Dia Mundial da Juventude.

Apesar de parecer bem, João Paulo II rezou a missa pela primeira vez em uma nova cadeira alta, equipada com rodas para facilitar sua locomoção durante as diferentes partes da missa.

Na quinta-feira passada (10), com as tropas norte-americanas em Bagdá, João Paulo II fez um apelo pelo rápido encerramento das hostilidades no Iraque e exortou a comunidade internacional a reconstruir o país.

Apesar de sua fragilidade, o papa presidirá oito grandes eventos na Semana Santa. Sua saúde vem decaindo desde o início da década passada, quando ficaram visíveis os sintomas do mal de Parkinson.

A dificuldade do pontífice para caminhar deve-se em parte à substituição do fêmur da perna direita, quebrado em 1994.