No Dia Nacional da Poesia, um presente que toca ao coração

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 13 de março de 2012 as 11:24, por: cdb

O escritor Márcio Martelli desfila sua versatilidade em prosa e verso há sete anos. Nesse tempo, já lançou 19 livros. Até o fim do ano estima chegar aos 30, sem contar as obras em que foi coautor. Está à frente de uma editora que já lançou mais de 400 títulos. Márcio não para. Entre uma frase, uma vírgula e um ponto, o escritor arrumou tempo apara criar uma poesia inédita para esse site, em comemoração ao Dia nacional da Poesia.

Conheça mais sobre Márcio Martelli

Versos para Jundiaí

Tenho em mim refletida a cidade em que nasci
Que é onde vivo, trabalho e respiro
O ar que me move para a vida
Sou muito mais ela do que gostaria de ser
Sou ela, mesmo quando fora dela estou
E sendo dela, carrego em mim todos os seus sotaques
A sua diversidade, as suas ruas, seus destinos

A cidade em que vivo traz em mim
Marcas daqueles que me conhecem,
Dos que alguma história comigo têm
E os espelho pelos locais onde transito
Levando dentro de mim a influência da terra natal

É a cidade cujas portas se abrem
Quando quero passar adiante
É a cidade que me comove
Que me fascina e que me leva
Onde nem mesmo ousei desejar ir
Se é pela cidade, por suas ruas, seu povo,
Suas praças, sua vida
Eu vou!
Eu vou porque ir faz parte de meu destino
E chego aonde pretendo
No momento certo
Na hora certa
Que foi precisa

Nesta cidade quero deixar marcas
Nesta cidade quero gritar aos quatro ventos
Quero guardar com carinho
Quero emoldurar no coração
Pois foi aqui que escolhi
E é onde me encontro
Na cidade mãe: Jundiaí!