No desespero, Bayer muda de técnico para fugir do rebaixamento

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 16 de maio de 2003 as 12:53, por: cdb

A demissão de um técnico não impediu o declínio do Bayer Leverkusen, e a equipe vice-campeã na temporada passada entrará em campo para seu penúltimo jogo no Campeonato Alemão, contra o TSV 1860 Munique, no sábado, com o rebaixamento em seu encalço.

Mas em uma tentativa desesperada de continuar na primeira divisão, o Leverkusen resolveu tentar um novo técnico. Demitiu Thomas Hoerster na terça-feira e o substituiu pelo ex-jogador Klaus Augenthaler.

Hoerster tinha entrado no lugar de Klaus Toppmoeller, eleito Técnico do Ano na Alemanha na temporada passada e demitido em fevereiro.

O Leverkusen começou a desmoronar desde que perdeu o título do nacional, a Copa dos Campeões e a Copa da Alemahha na temporada passada. A equipe está agora em antepenúltimo lugar na tabela da Bundesliga, a dois pontos de não ser rebaixado e com o destino em suas próprias mãos.

Augenthaler foi demitido no mês passado pelo Nuremberg, que está em penúltimo e deve cair para a segunda divisão como o Energie Cottbus, mas o técnico manteve a confiança de que poderá salvar o Leverkusen nos dois últimos jogos.

– Como jogador, nunca desisti – disse ele. – O que temos que fazer é vencer nossos dois últimos jogos e esperar que isso seja o suficiente.