Nível do Sistema Cantareira volta a subir

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 20 de abril de 2015 as 14:33, por: cdb
O Sistema Cantareira sistema está com 15,5% de sua capacidade
O Sistema Cantareira sistema está com 15,5% de sua capacidade

 

Após nove dias de estabilidade, o nível do Sistema Cantareira voltou a subir nesta segunda-feira, atingindo 196,6 milhões de litros cúbicos. Segundo a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), o sistema está com 15,5% de sua capacidade. Descontado o uso do volume morto, o sistema está 9,3% abaixo do nível de captação das bombas.

O Sistema Alto Tietê também apresentou alta nesta segunda, passando de 22,2% para 22,3%. O Guarapiranga (com 82,9% de sua capacidade) e o Rio Claro (com 45,1%) caíram, enquanto os sistemas Alto Cotia (65,2%) e Rio Grande (96,1%) mantiveram-se estáveis.

Em razão da crise de abastecimento, a Sabesp passou a reduzir gradativamente as áreas atendidas pelo Cantareira. O sistema, que atendia acerca de 9 milhões de pessoas, passou a fornecer água para 5,4 milhões. A medida mais recente do governo paulista foi incluir, pela primeira vez, o Sistema Rio Grande no abastecimento da capital. Segundo o anúncio feito no início desta semana, o manancial passou a atender bairros da Zona Sul, antes abastecidos pela Represa do Guarapiranga, que agora fornece água a 250 mil pessoas da região do Cantareira.

Chuvas

As Zonas Norte, Oeste e central, além da Marginal Tietê, na capital paulista, ficaram em estado de atenção para enchentes na última quinta-feira. A chuva que atingiu a cidade no início da tarde com forte intensidade se desloca agorapara o norte da Grande São Paulo, porém atinge ainda bairros da Zona Norte e também as cidades de Mairiporã e Caieiras.