Nilson Naves quer aperfeiçoamento da polícia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 20 de maio de 2003 as 15:42, por: cdb

O presidente do Superior Tribunal de Justiça, Nilson Naves, afirmou ao chegar ao ato público na Câmara dos Deputados contra a violência, que não é o endurecimento das penas – idéia central contida em muitos projetos em tramitação no Congresso Nacional – que resolverá o problema da violência no país.

– Que me desculpe o Congresso, mas o aumento de penas não é a solução. Se fosse, bastaria criar penas mais drásticas, como a pena de morte a prisão perpétua, para resolver o problema da violência. Mas existem países que adotam essas punições mas nem por isso a criminalidade foi controlada – manifestou.

Para Naves, o fundamental é uma reforma nas polícias, aperfeiçoando e profissionalizando os responsáveis pela Segurança Pública. “Segurança Pública é dever do Estado”, defendeu.

Naves também se mostrou contrário às propostas de redução de 18 para 16 anos da maioridade penal.

– O que afasta os jovens da criminalidade é o acesso à educação e a possibilidade de emprego – disse.

Naves acredita que eventos como o que será realizado esta tarde na Câmara, com a presença de parlamentares, juízes, promotores, advogados e os familiares de dois juízes assassinados recentemente, não serão suficientes para dar um basta ao crescimento da violência, patrocinado principalmente pelo crime organizado.

– Mas eles devem ser realizados e repetidos como um sinal de alerta para a sociedade – completou.