Nigéria liberta 234 reféns sob poder do grupo extremista Boko Haram

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 2 de maio de 2015 as 15:23, por: cdb
Boko-Haram
Nesta semana, cerca de 500 mulheres e crianças foram resgatadas das mãos dos terroristas.

O Exército da Nigéria anunciou nesta sexta-feira a libertação de 234 mulheres e crianças que haviam sido sequestradas pelo grupo extremista Boko Haram. A operação de resgate foi realizada na floresta de Sambisa, local considerado uma base dos terroristas.

Um porta-voz dos militares afirmou que “a invasão à floresta continua a partir de várias frentes e os esforços estão concentrados em resgatar os reféns civis e destruir todos os acampamentos e instalações dos terroristas”.

De acordo com a organização Anistia Internacional, os jihadistas sequestraram pelo menos 2 mil mulheres e meninas no norte da Nigéria desde o início do ano passado para obrigá-las a se casar com os militantes do grupo.

Nesta semana, cerca de 500 mulheres e crianças foram resgatadas das mãos dos terroristas. Os reféns libertados nesta sexta-feira vão se juntar ao grupo, que está em um centro de triagem, para serem submetidos a um processo de identificação.

Ainda não está claro se entre os libertados se encontram algumas das 219 estudantes raptadas a um ano do vilarejo de Chibok. Em abril do ano passado, 276 meninas foram sequestradas pelos extremistas de um dormitório escolar na vila que fica a cerca de 100 quilômetros da floresta de Sambisa.

Aproximadamente 50 delas conseguiram fugir, mas 219 ainda permanecem no poder dos terroristas. Uma campanha internacional foi deflagrada pela libertação das garotas, dando visibilidade ao grupo terrorista.