Nesta sexta: Moraes Moreira e Davi Moraes tocam Acabou Chorare na Estação Porto

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 14 de março de 2012 as 13:02, por: cdb

Publicada em 14/03/2012, às 15h58

Por Brunella França

Nesta sexta: Moraes Moreira e Davi Moraes tocam Acabou Chorare na Estação Porto

Imagem divulgação

Moraes Moreira e o filho, Davi Moraes, no show “Acabou Chorare”

Este ano, um dos álbuns mais significativos da música brasileira, “Acabou Chorare”, do Novos Baianos, completa 40 anos.

Para comemorar, um dos responsáveis pelo sucesso do grupo, Moraes Moreira, em parceria com seu filho, Davi Moraes, realiza um show que passa por todas as faixas do disco.

Os dois se apresentam nesta sexta-feira (16), a partir das 20 horas, na Estação Porto, dentro do projeto Faixa a Faixa.

A ideia é convidar artistas a prepararem um show executando as músicas de um álbum importante da música brasileira e/ou internacional. Abrindo a noite, haverá o show da banda capixaba Pó de Ser Emoriô.

Acabou Chorare

Por ser trilha sonora de uma geração, “Acabou Chorare” já resultaria antológico. Mas o segundo e definitivo disco dos Novos Baianos continua tocando sucessivas gerações, que há quatro décadas parecem nascer sabendo “Preta Pretinha” ou “Brasil Pandeiro”.

Para entender por que essas nove canções unem pais, filhos e netos, basta ouvi-las como são: delicadas, roqueiras, contemplativas e suingadas, numa ode à alegria que, como querem os românticos, tem o poder de harmonizar as diferenças. É essa audição, afetiva, a proposta do show.

Imagem divulgação

A banda capixaba Pó de Ser Emoriô vai abrir a programação do Faixa a Faixa desta sexta-feira, na Estação Porto

No repertório, além de todas as faixas de “Acabou Chorare”, a banda segue com sucessos de Moraes Moreira, Davi Moraes e outras músicas.

Pó de Ser Emoriô

Quatro amigos, que no início do ano de 2011, decidem vivenciar coletivamente composições, anseios, contrastes, inspirações de fé e mútuas referências. Emmanuel Sete Linhas, Aline Hrasko, Thiago Perovano e Yuri Guijansque são os componentes do Pó de Ser Emoriô.

Com intenção de resgatar e ressignificar a forte tradição poética e simbólica da música brasileira e tendo um intenso pano de fundo pós-tropicalista misturado à poesia existencial analítica dos já tradicionais sambas de terreiro, o grupo cunha, com suas composições autorais, um dever de propagar em suas canções a expansão do amor à coletividade, dispersada meio a turbulência da vida cotidiana.

Serviço
Estação Porto 2012 apresenta Faixa a Faixa
Atrações:
Pó de Ser Emoriô; Moraes Moreira e Davi Moraes cantam “Acabou Chorare”, dos Novos Baianos
Quando: sexta-feira (16), a partir das 20 horas.
Onde: Estação Porto. Armazém 5 da Codesa. Avenida Getúlio Vargas, Centro.
Mais informações: 3132-4460.
Entrada gratuita.

Com edição de Deyvison Longui