Negociações falham e greve da Air France continua

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 8 de setembro de 2002 as 10:02, por: cdb

A greve na Air France está programada para continuar até a próxima segunda-feira, já que pouco progresso foi feito para se chegar a um acordo em relação às reivindicações salariais.

A companhia aérea cancelou centenas de vôos nesta sexta-feira, o primeiro dos quatro dias de greve.

Metade dos serviços europeus da Air France foi cancelado, assim como um terço dos vôos de longa duração.

Mas enquanto a Air France diz que está pronta para reabrir negociações, os sindicatos dizem que estão esperando a companhia fazer o primeiro movimento.

Fora da realidade

A greve, convocada por seis sindicatos, foi anunciada na quarta-feira, depois que as negociações falharam.

Os pilotos estão pedindo um aumento salarial de 17%.

Mas a Air France diz que as reivindicações não são realistas e está oferecendo um aumento de 7%.

O presidente da companhia aérea, Jean-Cyrill Spinetta fez uma comparação com outras empresas européias rivais, como Lufthansa e SAS. Elas deram a seus pilotos aumentos salariais mais altos, que acabaram pesando nos seus balanços.

A Air France foi a única grande companhia aérea européia a anunciar lucros no ano passado.

Mas os pilotos afirmam que, depois de dez anos com o mesmo salário, eles merecem um aumento substancial.

Bolsa

A Air France prometeu aos passageiros “fazer tudo para minimizar o inconveniente” e criticou a medida tomada pelos pilotos.

Como a greve já tinha sido anunciada com antecedência, as filas nos aeroportos foram pequenas.

Nas bolsas de valores, a situação foi mais turbulenta.

As ações da companhia caíram mais de 7% na quinta-feira, enquanto o mercado digeria notícias da greve, e despencaram na manhã desta sexta-feira para seu ponto mais baixo nos últimos 11 meses.