Não há lugar para milícias no Iraque, diz Bremer

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 6 de dezembro de 2003 as 09:43, por: cdb

Não há lugar para milícias no novo Iraque, afirmou o chefe da administração civil norte-americana Paul Bremer, opondo-se assim aos planos destinados a criar uma força integrada por milicianos para combater a guerrilha.

“Sempre disse, desde minha chegada, que não havia lugar para a milícia no novo Iraque”, declarou ontem ao canal de televisão Al-Iraqiya, supervisionado pela coalizão.

“Definimos uma milícia como uma organização que não tem uma visão nacional”, explicou.

“Nós prometemos reconstruir as organizações nacionais, como o novo exército iraquiano, a nova força de polícia e a defesa civil. São organizações nacionais”, acrescentou.

“Nós até saudamos a vontade das milícias de cooperar com as autoridades, mas elas não podem continuar existindo como milícias”, advertiu.

O jornal Washington Post assinalou na quarta-feira que uma nova força seria integrada por 750 a 850 combatentes, para atuar inicialmente na capital.