Músicas dos Rolling Stones são proibidas pelo governo chinês

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 12 de março de 2003 as 10:55, por: cdb

O governo chinês pediu aos Rolling Stones que retirem quatro das mais famosas canções do grupo do repertório que será tocado na turnê da banda pela China no mês que vem, informou um organizador da excursão.

Chen Jixin, o chefe da empresa Beijing Time New Century Entertainment, responsável pelo evento, disse à banda que as canções “Brown Sugar”, “Honky Tonk Woman”, “Beast of Burden” e “Let’s Spend the Night Together” não poderão fazer parte do programa.

É a primeira vez que os Rolling Stones tocam na China. Eles deverão fazer dois concertos no país, em Xangai, no dia 1º de abril, e em Beijing no dia 4.

Chen disse não saber por que o governo havia proibido as canções.

Problema antigo

As mesmas faixas foram excluídas de uma compilação de sucessos dos Stones recém-lançada na China, 40 Licks. O veto partiu do Ministério da Cultura do país.

40 Licks é o primeiro álbum dos Rolling Stones a ser lançado oficialmente no país, embora cópias piratas dos discos da banda sejam facilmente encontradas em Xangai e em Beijing.

O Ministério da Cultura da China disse que não havia ninguém disponível para comentar a decisão.

Os Rolling Stones já enfrentaram problemas com a censura no passado.

Em 1967, o grupo apareceu no programa Ed Sullivan Show, da televisão americana, cantando “Let’s Spend the Night Together” (Vamos passar a noite juntos). Para apaziguar os censores, Mick Jagger cantou “Let’s spend some time together” (Vamos passar algum tempo juntos).

Comentando os shows na China, Keith Richards disse: “Já era tempo de eles nos deixarem entrar”.

A primeira vez que a banda pediu para tocar no país foi na década de 70. O pedido foi recusado.

Em Beijing, a banda vai tocar para uma platéia de sete mil pessoas. O ingresso mais caro disponível equivale ao salário médio anual de um chinês.