Musharraf diz que não ajudou no plano atômico da Coréia do Norte

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 6 de novembro de 2003 as 03:39, por: cdb

O presidente do Paquistão, Pervez Musharraf, que está visitando a Coréia do Sul, negou informações de que seu país ajudou a Coréia do Norte na proliferação de mísseis e na construção de armas nucleares.

Em entrevistas publicadas pela mídia sul-coreana nesta quinta-feira, Musharraf disse que o Paquistão manteve no passado uma cooperação com a Coréia do Norte e comprou mísseis da nação comunista no centro da crises sobre a proliferação nuclear no nordeste da Ásia, mas a colaboração foi interrompida.

– Durante meus quatro anos na presidência, posso dizer com total garantia que não houve proliferação de mísseis. Não houve colaboração de defesa com a Coréia do Norte – disse Musharraf ao jornal Korea Times.

– Tivemos relações e cooperação de defesa com a Coréia do Norte e compramos mísseis terra-ar no passado devido a uma ameaça contra nós. Mas hoje nós mesmos produzimos – acrescentou Musharraf.