Museu Vittoriano em Roma abriga exposição de artistas impressionistas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 7 de março de 2003 as 11:00, por: cdb

Uma exposição de retratos de mestres do impressionismo, uma mostra de pinturas do século 19 e uma série de sete concertos vão animar a cidade de Roma, na Itália nos próximos meses.

O Museu Vittoriano abrirá suas salas centrais para abrigar 70 obras, a maioria pinturas do século 19 de autoria de artistas impressionistas. A exposição, “Retratos e figuras: obras-primas do impressionismo”, ficará em cartaz entre os dias 7 de março e 6 de julho, reunindo obras de nomes como Pierre-Auguste Renoir, Claude Monet, Paul Cézanne, Edouard Manet, Edgar Degas e Camille Pissarro. A obras fazem parte de acervos de museus como o Metropolitan e o Guggenheim de Nova York, o Hermitage, de São Petersburgo, o Museu d’Orsay, de Paris, e o Masp, de São Paulo. Ao todo serão expostas 600 obras, procedentes de 32 museus.

No novo Auditório da Música de Roma, Maurizio Pollini programou a realização de sete concertos que incluem composições de diversos autores que vão do século 16 ao século 20.

O pianista convidará vários intérpretes para apresentar o “Projeto Pollini”, um experimento musical para entender a história da música, em particular a do século 20.

“O início do novo milênio é uma oportunidade para refletir sobre a música que nos cerca, porque ouvir os compositores que vivem indica o caminho aos criadores futuros”, disse Pollini.