Município reforça ações de combate à dengue em toda Maceió

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 18 de abril de 2012 as 13:29, por: cdb

As equipes de combate à dengue do município continuam mobilizadas em ações pontuais por toda a cidade. O objetivo é manter o controle sobre a proliferação do mosquito Aedes aegypti e reduzir a infestação predial pelo vetor em Maceió, registrada no 2º Levantamento de Índice Rápido de Aedes aegypti (Lira) de 2012, no patamar de 1,4%, considerado de risco médio. Além disso, as ações vêm sendo intensificadas nos bairros que apresentam significativos índices de infestação, com um reforço maior da conscientização junto à população.
“Temos trabalhado continuamente para reduzir ao máximo o risco de uma epidemia, mas a população ainda deixa muito a desejar nos cuidados com depósitos de água em suas residências, contribuindo para a proliferação do foco do mosquito”, afirmou o coordenador do Programa da Dengue em Maceió, Manoel Araújo.
Reforçando as ações de campo, a Secretaria Municipal de Saúde(SMS) tem ampliado as visitas domiciliares em inúmeros bairros que vêm apresentando altos índices de infestação, como no bairro de Ponta Verde (9%), Guaxuma (9%), Pinheiro (6%), Jatiúca (5%), Jacarecica (5%), Pitanguinha (3%) e Jardim Petrópolis (3%). Em todas essas localidades, os imóveis que já tiveram focos detectados há cerca de 40 dias estão sendo visitados novamente, para que os agentes possam verificar se os moradores estão seguindo as orientações ou se houve nova proliferação de focos.
De acordo com Manoel Araújo, as visitas são iniciadas com orientações e com a conscientização da população, além do trabalho para eliminar os depósitos inservíveis, que são  tratados com larvicida , quando necessário. Já os locais considerados estratégicos para proliferações, como as borracharias e os cemitérios, também têm sido alvo do trabalho dos agentes, com visitas quinzenais. Já os terrenos baldios e as construções, são alvos de monitoramento permanente.
“Nossas equipes têm demonstrado o empenho da saúde municipal em conter o avanço da dengue na capital. Eles também convidam a população para fortalecer essa luta, mantendo-se alertas aos cuidados adequados, especialmente nos locais onde há uma grande necessidade de armazenamento de água. Cada um precisa fazer sua parte”, ressalta o coordenador de Endemias da SMS, Paulo Carvalho.
O esforço das equipes de combate à dengue no município, no entanto, também tem obtido resultados positivos, com uma redução do número de casos de dengue notificados. Em 2011, foram 1.191 casos, enquanto o mesmo período deste ano registrou 1.028 notificações, que representam uma redução de cerca de 16%.