Mulheres reconhecem deputado que estaria em barco naufragado no AM

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de setembro de 2004 as 04:41, por: cdb

Três mulheres reconheceram na última segunda feira o presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, deputado Benício Tavares Melo (PMDB), como um dos dez homens que estavam em iate de luxo que naufragou no rio Negro, onde supostamente faziam um programa sexual. O deputado, que utiliza cadeira de rodas para se locomover, foi reconhecido por meio de fotografias.

 Investigadores na cidade de Barcelos (AM) já conseguiram identificar três passageiros do iate Amazônia, sendo um deles o deputado. Melo se defende dizendo que foi pescar no rio Negro, e nega envolvimento com o turismo sexual.

-Por ser o único homem público presente na cidade no período, acredito que os depoimentos me envolvendo no episódio têm por objetivo a tentativa de auferir vantagens pessoais- afirmou em nota.

As mulheres prestaram depoimento na Delegacia Especializada de Assistência e Proteção à Criança e ao Adolescente (Deapca), que investiga rota de prostituição infanto-juvenil para turismo sexual no município. No dia 19, um iate naufragou matando cinco meninas, duas delas menores de idade.