Mujica chega a Brasília nesta quinta para visita de sete horas e reuniões com Dilma

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 4 de abril de 2012 as 09:39, por: cdb

Renata Giraldi*
Repórter da Agência Brasil

Brasília –  O presidente do Uruguai, José Pepe Mujica, chega amanhã (5) a Brasília para uma visita que vai durar cerca de sete horas. As reuniões de Mujica com a presidenta Dilma Rousseff serão no Palácio da Alvorada e divididas em duas etapas: uma pela manhã e outra à tarde. Haverá ainda um almoço para os dois presidentes e alguns ministros. A comitiva uruguaia retornará a Montevidéu no fim da tarde do dia 5.

A assessoria de Mujica informou que ele virá a Brasília acompanhado pelos ministros Luis Almagro (Relações Exteriores), Fernando Lorenzo (Economia e Finanças) e  Roberto Kreimerman (Indústrias e Mineração). Por enquanto, do lado brasileiro, estão confirmados o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, e o assessor especial para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia.

Há cerca de quatro meses, Dilma foi a Montevidéu para participar da Cúpula do Mercosul. Antes, em maio do ano passado, ela fez uma visita oficial ao Uruguai. Na ocasião, os dois presidentes decidiram intensificar as parcerias nas áreas de infraestrutura e tecnologia. A presidenta disse que a ideia é concluir dois trechos da ferrovia que liga os dois países – entre as cidades gaúchas de Cacequi e Santana do Livramento, na fronteira uruguaia.

O Brasil é o principal destino das exportações uruguaias e o principal fornecedor do país vizinho. Na visita ao Uruguai, a presidenta ressaltou a necessidade de ampliar as trocas comerciais para garantir um crescimento acima das taxas mundiais nos últimos anos. Em 2010, o intercâmbio bilateral ultrapassou US$ 3 bilhões.

Para a integração na área de energia elétrica, a presidenta defendeu a criação de um novo marco jurídico para reger a relação entre os dois países, assegurando o intercâmbio em busca de solucionar as dificuldades do setor em curto prazo. Os dois países negociam a construção de uma linha de transmissão de 500 quilovolts (kV), que vai interligar o Brasil e o Uruguai.

Pelo planejamento em curso, a linha de transmissão deve ficar pronta neste ano. A ideia é interligar Candiota, no Rio Grande do Sul, e San Carlos, cidade próxima a Montevidéu. O projeto será desenvolvido pela Eletrobras em conjunto com a UTE, uma empresa uruguaia.

Em janeiro, Mujica aproveitou que estava de férias e foi a São Paulo visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que se submetia a tratamento para o combate ao câncer.  Em comum, Lula, Mujica e Dilma têm a construção de suas trajetórias políticas na luta contra governos autoritários. Os três foram presos pelas ações contra os governos militares do Brasil e Uruguai.

*Colaboraram Yara Aquino e Luciana Lima//Edição: Graça Adjuto