MST invade fazenda do Vale do Paraíba

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 21 de fevereiro de 2003 as 19:19, por: cdb

Cerca de 200 famílias do Vale do Paraíba ligadas ao MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) invadiram ontem a fazenda Corumirim, em Tremembé, próxima ao km 22 da rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro, que liga a cidade a Campos do Jordão.

As famílias estavam acampadas na fazenda Abrahão, em Taubaté, desde o dia 9 de novembro do ano passado, quando protagonizaram a primeira invasão de terra liderada pelo MST após a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva.

Por determinação judicial, os sem-terra tinham até o final de abril para permanecer na área invadida em Taubaté, que tem 79 hectares, mas preferiram ocupar o terreno em Tremembé, que tem 193 hectares, segundo o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), e 800 hectares, segundo o MST.

A invasão de ontem foi a primeira na região e a segunda no país liderada pelo MST após a posse de Lula, no dia 1º de janeiro. A primeira invasão foi em 17 de janeiro, quando 160 famílias ocuparam uma área em Altos (PI).

“Esperamos que, com essa nova invasão, o governo dê mais atenção ao problema. Acho que seremos atendidos, porque o Lula vê com outros olhos nossa luta”, disse Valdemir Nascimento, líder do grupo que invadiu a área.

De acordo com José Denis Blantyer, advogado do MST, a área já passou por vistoria do Incra e foi considerada improdutiva. Segundo Ivan Carlos Valenza, superintendente regional do Incra, a área foi declarada produtiva pela proprietária, a empresa Valor S/Cl Ltda., de São Paulo.