MSN lançará serviços pagos do Hotmail em 2004

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 2 de dezembro de 2003 as 18:41, por: cdb

O MSN, portal de conteúdo e serviços da Microsoft, lançará a partir de janeiro do ano que vem a versão paga do Hotmail. Entre os diferenciais do novo sistema, estão caixas de armazenamento de mensagens maiores (10 e 25 Megabytes, em oposição às de 2 MB atuais), identificação e limpeza de vírus das mensagens eletrônicas.

Segundo Marcos Swarowsky, gerente de marketing do MSN, o Hotmail Extra, como foi denominado o produto, atenderá melhor as necessidades dos usuários. – Os internautas pediam muito, além da caixa com maior espaço, um serviço em que a conta não expirasse em 30 dias, por exemplo. Hoje se você fica um mês sem movimentar a conta, todos os e-mails são apagados e ela é eliminada após 90 dias. Com o Hotmail Extra isso não vai acontecer – diz.

Os dois pacotes do Hotmail Extra custarão R$ 3,75 por mês no plano com 10 MB e R$ 7,50 no de 25 MB, valores a serem pagos em parcelas anuais (R$ 45 e R$ 90, respectivamente). Ambos os planos oferecerão ainda 30 MB de armazenamento no MSN grupos, dez vezes mais do que a versão gratuita.

Versões Plus e Premium

Para o segundo trimestre de 2004, o MSN pretende lançar os pacotes MSN Plus e Premium. O primeiro dará direito a 10 MB na caixa de entrada, além de proteção antispam, ferramenta de compactação de arquivos própria e bloqueador inteligente de pop ups – capaz de distingüir os pop ups desejáveis dos indesejáveis.

O MSN Premium será o pacote familiar do MSN, com capacidade para um endereço de e-mail principal e outras nove contas extras. O usuário terá 30 MB de espaço na caixa de entrada com a possibilidade de enviar mensagens de até 10 MB. Acompanham também o Picture IT, ferramenta da Microsoft para tratamento de imagens, e um Firewall, capaz de proteger todo o equipamento, não somente o e-mail.

“Essa é uma nova categoria de software nas internet. Esses softwares permitirão que os usuários explorem a web de uma maneira ainda mais segura”, afirma Marcos Swarowsky. A Microsoft, entretanto, ainda não revelou os preços estimados para o MSN Plus e MSN Premium.

Apesar do lançamento dos serviços pagos, a versão gratuita do Hotmail – hoje com cerca de cinco milhões de contas ativas, de acordo com estatísticas da Microsoft – não será desativada