Mozarildo pede ao governo medidas emergenciais para Roraima 

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 30 de agosto de 2011 as 13:58, por: cdb

O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) relatou ter conversado com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, sobre a adoção de medidas de apoio à população afetada pela demarcação da área indígena Raposa Serra do Sol. De acordo com o senador, 400 famílias que foram obrigadas a deixar a região aguardam um programa de atendimento.

– Não foram sequer indenizados ou reassentados – disse, acrescentando que também não há um programa de desenvolvimento para índios de várias etnias que habitam a reserva.

Mozarildo também defendeu a construção de uma usina hidrelétrica na área da reserva. O empreendimento, disse o senador, além de abastecer o estado destinaria parte dos lucros para as comunidades indígenas. Mozarildo pediu ainda especial atenção do governo para a faixa de fronteira onde, segundo ele, os municípios sofrem com o abandono por parte dos poderes públicos.

O senador solicitou providências para a situação dos funcionários públicos do antigo território federal de Roraima que pleiteiam enquadramento equivalente ao dos servidores federais. Por fim, pediu medidas para apressar o funcionamento das áreas de livre comércio, que, segundo ele, “estão criadas, mas não funcionam”.

– A zona de processamento de exportação também, por questão de burocracia e falta de investimento, não vai à frente – acrescentou.

Da Redação / Agência Senado