Mourinho busca recuperar glórias do passado

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 5 de julho de 2016 as 11:34, por: cdb

O primeiro jogo de Mourinho no comando do United será um amistoso contra o Borussia Dortmund, em Xangai

Por Redação, com Reuters – de Londres/Lyon, França:

 

José Mourinho foi oficialmente apresentado nesta terça-feira como novo técnico do Manchester United e afirmou ser um vencedor que levará o clube inglês de volta às antigas épocas de conquistas e títulos.

O ex-técnico do Chelsea, Real Madrid e Inter de Milão, de 53 anos, disse que não quer que os jogadores pensem que é suficiente melhorar somente em relação ao quinto lugar no Campeonato Inglês na temporada passada.

José Mourinho durante apresentação oficial em Old Trafford, estádio do Manchester United
José Mourinho durante apresentação oficial em Old Trafford, estádio do Manchester United

– Para torcedores do United, por muitos anos, sucesso era parte da rotina. Nos últimos três anos, quero esquecer – disse o técnico português a repórteres em Old Trafford, lar do clube 20 vezes campeão inglês e que levantou seu último título da liga inglesa em 2013.

– Não quero que os jogadores pensem que temos que ser melhores. O que é ir melhor? Terminar em quarto. Terminar em quarto não é o objetivo. Queremos vencer – disse.

– Quero tudo. Quero ganhar partidas, quero jogar bem. Quero marcar gols, não quero levar gols. Quero tudo – acrescentou.

O primeiro jogo de Mourinho no comando do United será um amistoso contra o Borussia Dortmund, em Xangai, em 22 de julho. O primeiro jogo da Liga Inglesa do clube é contra o Bournemouth em 13 de agosto.

Joe Allen

Quando Joe Allen passou pela porta do Liverpool, seu então técnico Brendan Rodgers olhou para as câmeras de TV posicionadas no local e disse com confiança: “este é o Xavi galês”.

Talvez fosse um apelido invejável para um jovem jogador em início de carreira e, após quatro anos em Anfield, poucos dizem que Allen fez jus às comparações com o grande espanhol, um dos melhores meias da história do futebol europeu.

Enquanto ainda precisa mostrar consistência em partidas pelo seu clube, as performances de Allen pelo País de Gales são nada menos do que excelentes.

Com ótimos passes e um trabalho incansável, é fácil ver porque seus companheiros de seleção e técnico estão determinados em fazer com que ele não fique como herói anônimo na campanha galesa na Euro 2016.

À medida que Gales surpreendeu a todos alcançando a semifinal do torneio na França, Allen manteve a calma e comandou jogadas no coração do meio-campo.

O técnico do País de Gales, Chris Coleman, descreve o meia como um líder, embora longe do estereótipo tradicional do futebol: o quieto e bem-educado Allen mostra tudo em campo, disse.

Seus companheiros de equipe realizam um “Dia de Apreciação do Joe Allen” pelo menos uma vez por semana, e todos se juntam para celebrar o jogador.

– Não posso falar nada além do melhor sobre ele – disse o ídolo galês Gareth Bale, que joga pelo Real Madrid. “Talvez ele não ganhe as manchetes pelo mundo, mas na seleção ele ganha. Ele dá o seu melhor em todas as partidas e tenho certeza que conquistará grandes feitos em sua carreira”.