Motoristas e moradores aprovam novas trincheiras

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 4 de abril de 2012 as 08:07, por: cdb

O comerciante Luiz Henrique de Azevedo de Oliveira resolveu investir mais na Borracharia Nossa Senhora Aparecida, no Bacacheri, depois da construção da nova trincheira Bacacheri/Bairro Alto. Com aumento de circulação de veículos, o local ficou mais visível, justificando novos investimentos na compra de equipamentos e modernização do estabelecimento, que funciona desde 1988. 
 

“Sou comerciante no Bacacheri e morador do Bairro Alto. Minha vida melhorou duplamente, porque valorizou o comércio da família e diminuiu o tempo de ir e voltar do trabalho”, disse Oliveira. O comerciante contou que já ficou preso na rodovia por mais de 15 minutos até à borracharia. Hoje ele gasta apenas 5 minutos. “Ficou mais rápido”, diz.
 

Quem também elogia a trincheira é a moradora Ana Teresa Freitas, que vive no Bacacheri e tem família no Bairro Alto. Ela conta que agora ficou mais fácil cruzar a rodovia, indo pelas calçadas construídas especialmente para os pedestres. “Não sofro com o trânsito na região e posso circular tranquilamente, no fim da tarde, porque a trincheira é toda iluminada”, disse.

A trincheira Bacacheri/Bairro Alto beneficia diretamente 110 mil pessoas que moram e 40 mil motoristas na região. A obra atende os bairros Jardim Social, Bacacheri e Bairro Alto. Foram investidos R$ 11,9 milhões, que está sendo integralmente assumido pela Prefeitura, como contrapartida ao financiamento do programa Pró-Cidades do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).
 

A trincheira tem 127 metros e altura de 4,80 metros. Foram feitas obras de pavimentação, drenagem, paisagismo, sinalização e iluminação nas ruas José Zgoda, Gustavo Rattmann e dos Xaverianos, além das alças de acesso à trincheira e das vias marginas e locais nos dois sentidos da futura Linha Verde Norte, num total de 2,3 quilômetros de asfalto.
 

Trincheira Chile/Guabirotuba – A trincheira Chile/Guabirotuba também recebeu elogio dos motoristas e moradores da Região. A ligação pela trincheira é direta e desafoga a Rua Engenheiros Rebouças, anteriormente opção de ligação mais próxima aos bairros vizinhos. A obra beneficia diretamente quem vive ou circula pelos bairros do Água Verde, Jardim Botânico, Prado Velho e Rebouças e região. São beneficiadas mais de 90 mil pessoas que vivem na região.

Para o taxista Jurandir Benitez, a trincheira agiliza a circulação evitando pontos de congestionamentos. “Agora o caminho par a região do Água Verde é direto e sem tantos sinaleiros, o que agiliza o atendimento dos clientes”, diz. Quem também aprovou a trincheira foi a comerciante Cristina Rodrigues. Ela disse que para chegar em casa ficou mais rápido ir pela trincheira Chile/Guabirotuba e seguir pela rua Chile. “Ficou ótimo. O trânsito flui bem e o caminho ficou uma linha reta”, disse.

Eliana Camboim, moradora do Conjunto Cruzeiro do Sul, a poucos metros da nova obra, aprovou a nova ligação viária. “Melhorou a comunicação com a rua Chile. Além disso, urbanizou esta área, que antes era fechada. Foi um trabalho muito bom, bem programado e planejado e que deve também melhorar a segurança, com a possibilidade de termos a polícia mais próxima”, disse.