Motor de foguete foi testado no Iraque para inspetores da ONU

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 23 de fevereiro de 2003 as 15:52, por: cdb

O Iraque fez testes com um motor de foguete hoje para mostrar aos inspetores da ONU (Organização das Nações Unidas) que o míssil Al Samoud 2 não excede o limite de alcance estabelecido pela ONU em 1991.

Os inspetores de armas da ONU assistiram aos testes a poucos metros em Falluja, a 70 quilômetros a oeste de Bagdá.

“É a quinta vez que os inspetores de armas presenciam um teste como esse”, afirmou o coronel Ali Jasim Hussein.

O chefe dos inspetores de armas da ONU, Hans Blix, ordenou ao Iraque que comece a destruir seus mísseis Al Samoud 2 a partir do dia 1º de março, afirmando que eles excedem o limite de alcance estabelecido pela ONU. Bagdá afirma que o míssil foi desenhado para ter os 150 quilômetros permitidos de alcance.

O Iraque afirmou hoje que a ordem de Blix está sendo objeto de “sérios” estudos e que espera resolver o assunto por meio de “cooperação e acordo” entre as duas partes.

“Estamos estudando a carta do senhor Blix de maneira séria e profunda. Esperamos resolver a questão sem a interferência dos Estados Unidos ou do Reino Unido”, declarou o general Husam Mohammad Amin, chefe dos monitores de armas do Iraque

Ele recusou-se a responder perguntas diretas sobre se o Iraque vai destruir os mísseis. “Destruir esses mísseis vai afetar nossa capacidade de defesa, mas não vai exterminá-la completamente.”

Entrevistas

Amin afirmou que Bagdá acredita “não ser necessário” que os cientistas iraquianos sejam entrevistados no exterior – uma demanda da ONU, que insiste em afirmar que os especialistas em armas proibidas devem ser questionados em locais neutros, para evitar intimidação do governo.

Na frente diplomática, o ex-primeiro-ministro da Rússia Yevgeny Primakov esteve em Bagdá hoje em uma missão em nome do presidente Vladimir Putin, com o objetivo de evitar um ataque dos EUA.

Primakov, especialista em Oriente Médio e amigo de longa data de Saddam Hussein, deveria se encontrar com autoridades iraquianas.

Amin disse que os inspetores de armas da ONU fizeram suas primeiras entrevistas com cientistas iraquianos sem o uso de gravadores. Ele afirmou que o Iraque indicou novos nomes de cientistas para serem entrevistados.

Amin declarou que os inspetores vasculharam 635 locais desde o começo das inspeções, em novembro, e que devem usar um avião Mirage nos próximos dias nas suas inspeções. Bagdá também permitiu que um avião teleguiado alemão voe à procura de armas proibidas.

Amin afirmou que uma equipe técnica da Unmovic (Comissão de Monitoramento, Verificação e Inspeção da ONU) deverá chegar a Bagdá no dia 2 de março, para verificar locais onde material biológico foi destruído e queimado em 1991.

Uma equipe sul-africana de especialistas em desarmamento também era esperada em Bagdá, para dar aconselhamento ao Iraque.

O secretário-geral da ONU, Kofi Annan, exigiu hoje que o Iraque destrua seus mísseis Al Samoud 2. “Se eles se recusarem a destrui-los, o Conselho (de Segurança da ONU) vai ter de tomar uma decisão sobre isso”, afirmou Annan a repórteres, depois de chegar à Turquia para uma visita.