Motociclistas com alto padrão aquisitivo na mira das seguradoras

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 9 de outubro de 2009 as 11:41, por: cdb

A Brasilveículos, de olho no mercado de 8 milhões de motos em circulação no país, amplicou seus investimentos na formatação de seguros a preços mais competitivos para motociclistas com alto padrão aquisitivo, longe do estereótipo dos motoboys, com casacos de plástico e capacetes presos à testa. Sem desprezar, no entanto, os milhões de trabalhadores que utilizam motos menores, o foco principal são as motocicletas de alta cilindrada, cujos proprietários, na maioria dos casos, já possuem automóveis.

Segundo a Brasilveículos, em nota distribuída à imprensa especializada, além de seguro mais barato, os clientes da seguradora podem comprar acessórios e equipamentos com descontos. Uma parceria entre a Brasilveículos e uma das maiores lojas do ramo, no país, DellaVia, em São Paulo, possibilita aos segurados do BB Seguro Auto realizarem uma série de procedimentos em motocicletas com condições especiais. Entre os serviços gratuitos estão limpeza de filtro de ar; lavagem simples e até um litro de óleo na troca. Já na compra de pneus ou de qualquer acessório, exceto itens em promoção, o cliente ganha 5% de desconto.

Rescisão

A SulAmérica iniciou, nesta sexta-feira, tratativas com o Banco do Brasil com o objetivo de encerrar os acordos que mantém na Brasilveículos e na Brasilsaúde. Não há previsão para a conclusão das negociações e até que haja seu devido encerramento, as atividades das duas empresas seguem sem alteração.  Para a SulAmérica, cujo principal canal de vendas é a rede de 26 mil corretores de seguros, o fim da parceria com o Banco do Brasil será pouco representativo.

– Com o encerramento destes acordos a SulAmérica sairá ainda mais fortalecida e capitalizada, com uma posição de liderança junto ao canal de corretores, permanecendo como a maior seguradora independente do país – afirma o presidente da companhia, Patrick de Larragoiti Lucas.

O executivo ainda lembra que a empresa conta com cerca de vinte outras parcerias com instituições financeiras que distribuem suas apólices. Segundo a empresa, todas as suas demais operações nas áreas de saúde, automóveis, ramos elementares, vida, previdência e gestão de ativos, seguem sem qualquer alteração.