Morre pai da bomba atômica indiana

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 24 de setembro de 2004 as 09:11, por: cdb

O cientista nuclear indiano que projetou o primeiro teste atômico da Índia em 1974, morreu nesta sexta-feira depois de um longo período doente. Raja Ramanna era o diretor do Centro de Pesquisas Atômicas Bhabha (BARC) quando a Índia explodiu seu primeiro artifício nuclear em 1974. O artifício foi projetado pelo BARC e Ramanna foi o idealizador científico por trás da invenção. O cientista de 79 anos estava doente e morreu de enfarte nesta sexta-feira de manhã, disse à Reuters uma autoridade do Hospital de Bombaim.

Cientista altamente respeitado e pianista profissional, Ramanna também foi chefe da Comissão de Energia Atômica da Índia e trabalhou no Ministério da Defesa. A Índia repetiu testes nucleares em 1998, induzindo o arquiinimigo e vizinho Paquistão a responder com suas próprias explosões.

Os testes foram duramente condenados pelo mundo e diversos países impuseram sanções tanto contra a Índia como contra o Paquistão, que foram depois suspensas.