Morre Noel Redding, baixista do The Jimi Hendrix Experience

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 13 de maio de 2003 as 14:25, por: cdb

O baixista da banda The Jimi Hendrix Experience, Noel Redding, morreu aos 57 anos de idade na cidade irlandesa de Cork, informou nesta terça-feira, o representante do músico, Ian Grant.

Grant anunciou nesta terça-feira em sua página na internet que o artista morreu em casa no domingo passado (11), mas não deu detalhes a respeito.

– Mais uma vez — escreveu o agente — estou sentado em minha escrivaninha dando más notícias. Noel morreu.

Este músico britânico participou desde o princípio da criação de um dos discos mais influentes e inovadores da história do rock, Are You Experienced?, que converteu Hendrix em 1966 em um respeitado guitarrista, cantor e compositor.

De fato, foi o próprio Hendrix que convidou Redding para a banda durante uma audição no Reino Unido e quem o convenceu que deixasse a guitarra elétrica e passasse a ser o baixista do grupo.

Durante as excursões musicais da banda pelos territórios do jazz, blues e rock psicodélico, Redding se destacava com seu desempenho ao lado de Hendrix e do baterista Mitch Mitchell.

A acessibilidade musical de músicas como Purple Haze, Manic Depression, Love or Confusion e Third Stone from the Sun se deve em grande medida ao magistral controle rítmico de Noel Redding.

Este equilíbrio perfeito se manteve até a dissolução do grupo, pouco antes da trágica morte de Jimi Hendrix, em 1970.

A companheira sentimental de Noel Redding, Deborah McNaughton, disse estar abalada com a morte do músico, que qualificou de “extremamente amável e de grande coração”.

O irmão de Jimi Hendrix, Leon, também lembrou a “qualidade humana” do músico, a quem conhecia desde os tempos do grupo e viu pela última vez há um ano, durante a celebração do que teria sido o 60º aniversário de Jimi.

Buddy Miles, ex-bateria de Hendrix com a Band of Gypsies, destacou de Redding seu “virtuosismo e talento como artista e sua decência, algo raro nos tempos em que vivemos”.

Hendrix já tinha intuído algo sobre o dom de Redding quando afirmou, depois de formar o The Jimi Hendrix Experience, que foi ao o Reino Unido para levar os “dois melhores músicos e criar, criar e criar música, e nosso próprio som, nosso próprio ser”.