Morre aposentado acusado de matar filho drogado em SP

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 25 de abril de 2003 as 14:43, por: cdb

O comerciante aposentado Amador Cortellini, 68 anos, acusado de assassinar o filho de 26 anos no dia 31 de março, morreu na noite desta quinta-feira em São Paulo. Ele tinha problemas cardíacos.

O aposentado teria atirado no filho Rodrigo André Cortellini, que era dependente de drogas havia sete anos, durante uma discussão no apartamento da família, num condomínio de classe média da capital paulista.

Ele será enterrado às 15h desta sexta-feira no Cemitério Chora Menino, na zona norte de São Paulo.